Conexão Xalingo – Blog

Tag - robótica

Conte com a mãozinha de um robô

Já imaginou entrar em uma sala de aula e se deparar com um robô dando aula de geometria? Esta ideia faz parte de uma das pesquisas que estão sendo realizadas no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos.

O robô, conhecido como Robô NAO, ensinou geometria a 62 alunos entre 13 e 14 anos de escolas públicas e particulares de São Carlos. Através de um sistema de visão computacional, ele foi programado para reconhecer figuras geométricas planas e, com a ajuda de professores da área de educação e de matemática, o pesquisador Adam Moreira propôs diversas atividades aos alunos.

Os estudantes tiveram o desafio, por exemplo, de descobrir o nome de uma figura geométrica através de dicas fornecidas pelo robô. No caso do retângulo, professor robô dava as seguintes pistas: “qual destas figuras geométricas na sua frente tem quatro lados? A fórmula da área da figura que eu procuro é base vezes altura. A fórmula do perímetro dessa figura é duas vezes a soma de sua base vezes a altura”.

Caso o aluno acertasse a resposta, o NAO abria os braços para o alto e piscava as luzes LED de seus olhos em sinal de felicidade. Mas se errasse, o robô abaixava a cabeça e ficava com os olhos vermelhos. Estas reações foram programadas com o objetivo de torna-lo mais humano, o que facilita a criação de uma relação de empatia com os jovens.

Já em outra atividade, os estudantes seguravam, em suas mãos, a imagem de um gato feito com peças de tangram e deveriam adivinhar a quantidade de triângulos da figura. O aluno digitava a resposta no teclado que estava ligado ao robô e, em caso de erro, o NAO poderia dar até duas dicas, como por exemplo “o triângulo é uma figuraa de três lados. Você consegue encontrá-los agora?”. Em caso de acerto, o robô ficava feliz. E se errasse, ele entristecia.

Para verificar o resultado destes testes, Adam aplicou um questionário sobre figuras geométricas aos jovens e, os estudantes que participaram das aulas com o robô tiveram um desempenho melhor melhor (84.61% de acertos) em relação aos que não tiveram contato com o robô (60% de acertos).

Depois deste resultado, qual a sua ideia de um robô em sala de aula?

 

Fontes:  Jornal Dia a Dia

 

Projeto ensina robótica para crianças

Quando pensamos em robótica, logo vem à mente as imagens dos filmes de ficção, ou de super máquinas complexas. Mas ela pode ser bem menos complicada e, inclusive, ser ensinada às crianças.

O projeto desenvolvido pelo Instituto Federal de Educação (IFPI), intitulado, “Robótica Formando Cidadãos”, busca auxiliar no desenvolvimento social e intelectual de crianças e adultos através do ensino aplicado à  tecnologia. Iniciado em 2015, o projeto conta com aulas de lógica, lógica de programação, matemática, física e inglês, ministradas aos sábados na sede do IFPI.

Os responsáveis pelas aulas são alunos que estão em séries mais avançadas, além de professores convidados, de áreas como Engenharia e Eletrotécnica. Desse modo, é constituído um ambiente de aprendizagem de maior interatividade, no qual se mostra mais a aplicabilidade do conhecimento.

Além do desenvolvimento de estudos, os alunos do projeto também são preparados para a Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR). A olimpíada é uma ótima oportunidade de praticar e demonstrar os aprendizados, além de comprovar o estímulo oferecido pelo projeto.

“Robótica Formando Cidadãos” representa uma boa perspectiva de futuro para esses jovens, uma vez que a área de robótica é bastante promissora, sendo um campo da tecnologia que movimenta milhões em todo o mundo.

 

Imagem: divulgação

Fonte: PensarPiauí