Conexão Xalingo – Blog

Tag - rede social educativa

Essa rede social vai ser importante para professores e pais

Por mais que seja necessário para uma educação de qualidade, a participação dos pais nesse processo nem sempre é possível. A falta de tempo é o maior motivo. Para a minimização desse problema, desenvolvedores criaram o app “Classlist”, rede social que permite que os pais se comuniquem entre si.

Com o aplicativo, os responsáveis podem criar redes de colaboração, para situações como pedir a alguém que busque o seu filho na escola, por exemplo. A plataforma permite a criação de grupos de acordo com as atividades das quais os estudantes participam, como de um esporte ou atividade. Segundo Maria Blick, gerente sênior do Classlist, “o aplicativo funciona como um portão da escola para os pais. Há pais que estão muito ocupados e não conseguem encontrar com os outros responsáveis. Muitos deles se sentem fora da comunidade escolar”.

Aqueles responsáveis que utilizam o Classlist, podem sugerir eventos na escola para arrecadação de fundos para a instituição, além de enviar convites por meio da plataforma. Apesar de ainda não estar disponível no Brasil, sua participação mundial está aumentando e hoje, o aplicativo grátis, já tem cerca de 30 mil usuários.

Quer entender um pouco melhor o seu funcionamento? Então veja o vídeo abaixo (link: https://youtu.be/qet_8NMA0wY)

Que achou da ideia? Comente abaixo!

E para ficar por dentro das últimas novidades da Xalingo Brinquedos, inscreva-se em nosso canal no Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCEu_wTApB06msiH5SXQ-JRg

Fonte:
https://oglobo.globo.com/sociedade/conheca-cinco-novas-tecnologias-para-transformar-sala-de-aula-22335573

Rede social para os pais dos alunos

Por mais que seja necessário para uma educação de qualidade, a participação dos pais nesse processo nem sempre é possível. A falta de tempo é o maior motivo. Para a minimização desse problema, desenvolvedores criaram o app “Classlist”, rede social que permite que os pais se comuniquem entre si.

Com o aplicativo, os responsáveis podem criar redes de colaboração, para situações como pedir a alguém que busque o seu filho na escola, por exemplo. A plataforma permite a criação de grupos de acordo com as atividades das quais os estudantes participam, como de um esporte ou atividade. Segundo Maria Blick, gerente sênior do Classlist, “o aplicativo funciona como um portão da escola para os pais. Há pais que estão muito ocupados e não conseguem encontrar com os outros responsáveis. Muitos deles se sentem fora da comunidade escolar”.

Aqueles responsáveis que utilizam o Classlist, podem sugerir eventos na escola para arrecadação de fundos para a instituição, além de enviar convites por meio da plataforma. Apesar de ainda não estar disponível no Brasil, sua participação mundial está aumentando e hoje, o aplicativo grátis, já tem cerca de 30 mil usuários.

Quer entender um pouco melhor o seu funcionamento? Então veja o vídeo: https://youtu.be/qet_8NMA0wY

Que achou da ideia? Comente abaixo!

Fonte:
https://oglobo.globo.com/sociedade/conheca-cinco-novas-tecnologias-para-transformar-sala-de-aula-22335573

Uma rede social escolar

Já presente em mais de 15 países, a plataforma criada pela empresa francesa OpenDigital é aberta a todos os integrantes da comunidade escolar, desde alunos, professores, familiares, gestores aos demais funcionários da escola.
Ela recebe o nome de ONE, no ensino fundamental, e NEO, quando o usuário já está no ensino médio, podendo ser acessado tanto em dispositivos móveis quanto pelo computador. A rede social tem diversos recursos, como caderno digital, wiki, calendário, criador de mapa mental, espaço para troca de mensagens e fórum, algo que já está amplamente presentes em outras plataformas, porém seus criadores apostam na flexibilidade e controle por parte do professor e do gestor escolar para engajar alunos e controlar a privacidade.

Aprendizagem colaborativa

Seguindo uma lógica parecida com outra rede social, o Facebook. Mas quem faz a “moderação” dos conteúdos e usuários, são professores e gestores, que podem incluir uma turma equivalente de outra escola no desenvolvimento de projetos em conjunto. Segundo Anaud Albou, presidente-executivo, “nós temos uma escola de Toulouse que trabalha regularmente com outra de Nantes (a 460 km de distância) porque professores compartilham atividades, o que permite aos estudantes conhecerem outros ambientes e o que se passa em outra cidade”, diz Albou. Segundo ele, qualquer educador pode começar com tarefas simples, no nível de sua sala de aula e, pouco a pouco, abrir o projeto para as demais turmas e escolas.
Em produção para blogs, por exemplo, dentro da plataforma francesa, o educador pode dar autonomia para que um determinado aluno administre o projeto enquanto os demais sejam responsáveis pela produção do conteúdo. Paralelamente ao desenvolvimento do projeto, pais podem receber notificações no celular ou tablet com as contribuições e o progresso de seus filhos.

Fonte: http://porvir.org/rede-social-educativa-francesa-conecta-turmas-e-escolas/