Conexão Xalingo – Blog

Tag - inovar em sala de aula

Quer inovar suas aulas em 2020? Então olha estes exemplos (parte 2)

Na postagem “Quer inovar suas aulas em 2020? Então olha estes exemplos (parte 1)” trouxemos 5 exemplos de inovação para a sua sala. Hoje, trazemos outras 5 que podem te ajudar muito nesse ano. Confira!

Autoria

A partir da criação de um livro de poesia, a professora Simone de Souza Moura Otoni, de Goiás, estimulou o protagonismo dos alunos e mobilizou a comunidade escolar com uma festa de lançamento da publicação.

Mais informações sobre o projeto, aqui.  

Mão na massa

Para trabalhar a funcionamento do sistema nervoso na prática, a professora Lucia Helena Alves de Souza elaborou uma aula maker no Colégio Elvira Brandão, em São Paulo/SP. Com circuitos elétricos, a turma foi incentivada a observar, compreender, descrever, simular e construir neurônios, capazes de se comunicarem entre si para propagar os impulsos nervosos.

Mais informações sobre o projeto, aqui.  

Sala de aula invertida

Em Guararema/SP, a professora Laiana Bruno Petta apostou na metodologia da sala de aula invertida para estimular a autonomia e a cooperação dos meus alunos. Com um projeto realizado com uma turma de quinto ano do ensino fundamental, ela trabalhou com grupos de estudo e roteiros individuais para personalizar as aulas.

Mais informações sobre o projeto, aqui.  

Uso do território

Desenvolvido na escola COC Lages, o projeto “O Jogo do Patrimônio” foi desenvolvido com uma turma de 5º do ensino fundamental. A professora Graziella Coelho Vieira incentivou os estudantes a produzir o mapa geográfico da cidade e construir réplicas de monumentos históricos para trabalhar cultura, memória e identidade da comunidade.

Mais informações sobre o projeto, aqui.  

Teatro

Em Vertentes/PE, a professora Ilka Eliane de Albuquerque Cavalcante usou o teatro para promover o letramento literário e a exploração de emoções a partir de clássicos da Literatura Brasileira.

Mais informações sobre o projeto, aqui.

E para ficar por dentro das últimas novidades da Xalingo Brinquedos, inscreva-se em nosso canal no Youtube.

Fonte: https://porvir.org/10-ideias-inovadoras-para-mudar-suas-aulas-em-2020/

Quer inovar suas aulas em 2020? Então olha estes exemplos (parte 1)

2020 chegou e você já está pensando nas aulas desse ano? Que tal inovar e trazer mais interesse dos seus alunos através de inovações? Confira estes 5 cases de inovação na educação que você aplicar em sua sala também.

Jogos Digitais

No Colégio Agrícola Estadual Daniel de Oliveira Paiva (CADOP), em Cachoeirinha/RS, o professor Eduardo Lorini Carneiro trabalhou conteúdos de geografia com jogos digitais. O projeto ainda deu origem a uma disciplina de games para o ensino fundamental.

Mais informações sobre o projeto, aqui.

Educação Integral

Para trabalhar equilíbrio emocional, concentração, paz interior, respiração de qualidade, além da percepção e descoberta corporal, a professora Litz Araujo Silva começou a ensinar yoga para crianças de 3 e 4 anos da Unidade Municipal de Ensino Porchat de Assis, em Santos/SP.

Mais informações sobre o projeto, aqui.

Redes Sociais

No Colégio Farroupilha, em Porto Alegre/RS, a professora Karina Predebon utilizou o Instagram como aliado para engajar os estudantes e trabalhar um clássico da literatura brasileira. Durante a atividade, personagens do livro ‘O Cortiço’ ganharam vida em perfis da rede social.

Mais informações sobre o projeto, aqui.

Elogios

Com o Diário da Gratidão, a professora Janaína Fernandes Pessoa trabalhou escrita aliada às habilidades socioemocionais. O projeto foi desenvolvido com uma turma de ensino fundamental, no Colégio Espanhol Santa Maria Minas, em Belo Horizonte/MG.

Mais informações sobre o projeto, aqui.

Produção de mídia

Na rede municipal de educação do Recife/PE, a professora Sandra Amorim usou a linguagem radiofônica para trabalhar a Revolução Pernambucana com uma turma do ensino fundamental.

Mais informações sobre o projeto, aqui.

E para ficar por dentro das últimas novidades da Xalingo Brinquedos, inscreva-se em nosso canal no Youtube.

Fonte: https://porvir.org/10-ideias-inovadoras-para-mudar-suas-aulas-em-2020/

Três dinâmicas de grupo para você usar com os alunos do ensino fundamental

A dinâmica de grupo pode ser uma ótima alternativa para ensinar alguns conteúdos para os seus alunos em sala de aula. Além de ser divertido, as dinâmicas desse tipo ajudam nas relações entre as crianças, criam laços de afeto e eles já começam a trabalhar em equipe, o que é sempre muito bom para o futuro, dentro e fora da escola.

Além disso, é possível abordar temas que fogem da rotina do dia a dia da aula como respeito, solidariedade, trabalho em equipe e criatividade – habilidades fundamentais para o crescimento dos estudantes dentro e fora da sala de aula.

Confira três opções que podem ser utilizadas nas turmas de ensino fundamental e divirta-se junto com os seus alunos.

Troca de cartas: Quanto tempo faz que você não manda uma carta para alguém? A Internet e as redes sociais tomaram o lugar das cartas enviadas pelos Correios. Que tal ensinar seus alunos a escreverem uma carta à moda antiga? Você pode trabalhar aspectos da língua portuguesa e da construção textual, além de relações de amizade entre os alunos. Você pode convidar uma turma da mesma série da escola, ou de outra próxima à sua. Faça uma lista de alunos para saber qual deles vai mandar e quais irão receber as cartas. Você pode trabalhar temas, como uma redação convencional. A carta pode ser mandada pelo Correio ou apenas trocada em sala mesmo. Os alunos podem falar como foi a experiência de escrever cartas e contar histórias com essa forma tão pouco usada nos dias de hoje. É importante deixar claro que o conteúdo das cartas é pessoal, mas não confidencial. Por isso, cada texto deve passar pelo professor antes de ser entregue à outra turma.

A teia: Com as carteiras afastadas, o professor forma um círculo com toda a turma. Um rolo de barbante deve ser entregue a um aluno, que deverá dizer seu nome e jogar o rolo para o colega mais distante dele, ao mesmo tempo em que diz o que deseja para a pessoa naquele semestre ou ano. Cada aluno repete a ação, sempre segurando uma parte do fio e jogando o rolo para outro colega, até que a turma toda tenha participado da dinâmica.

O resultado da prática será uma teia em que todos seguram uma parte do barbante, mostrando que cada pessoa tem sua importância no processo. Ao final, o professor pode perguntar o que significa aquela teia, estimulando os estudantes a expressarem livremente suas interpretações.

Árvore das férias: O professor apresenta em sala uma grande árvore desenhada em uma cartolina, na qual papeis coloridos representam suas folhas. Cada folha deve ter uma pergunta para orientar a dinâmica, como: “Para onde você foi nas suas férias?” “Com quem você foi?” “O que mais gostou?” ou “E do que não gostou?”.

Os alunos recebem as folhas e devem desenhar ou escrever a resposta da pergunta indicada. Em seguida, os papeis são colados na árvore, que deve ser disposta em um lugar visível na sala de aula. O professor pode, ainda, estimular o diálogo trazendo informações que complementem os dados dos estudantes, ampliando o conhecimento da turma sobre diferentes regiões, culturas e línguas.

Fonte: Universia