Conexão Xalingo – Blog

Tag - imersão na educação

Entenda como estas 3 tecnologias podem contribuir com o ensino na pandemia

As tecnologias de realidade aumentada, realidade virtual e realidade mista podem ser muito benéficas à educação nesse período de quarentena. Entenda os motivos!

1) Realidade Aumentada

A realidade aumentada (RA) permite que as informações digitais sejam sobrepostas e integradas ao nosso ambiente físico. Como? Um aplicativo lê uma imagem pré-formatada, usando a câmera de um smartphone ou tablet, realizando a sobreposição de uma imagem digital em cima da imagem real.

Com muitos de nós agora fora do ambiente de aprendizagem durante a pandemia, a RA é uma ferramenta que pode nos ajudar a transformar o ambiente em espaços de aprendizado, trabalho e entretenimento. Ela gera engajamento, turbina conteúdos e proporciona informação atualizada sobre produtos e processos.

2) Realidade Virtual

A realidade virtual (VR) também é utilizada com sucesso. A tecnologia oferece uma experiência que pode ser semelhante ou completamente diferente da realidade atual.

Uma simulação de uma imagem ou ambiente 3D é gerada por computador. E nela se interage de maneira aparentemente real. No processo são utilizados óculos adaptados. Outros equipamentos que podem ser utilizados são sensores de movimento e em alguns casos, luvas e controles.

Os alunos que aprendem por meio da RV experimentam uma presença completa, aumentando as chances de assimilarem novos conhecimentos e habilidades.

3) Realidade Mista

A realidade mista (RM) permite interagir e manipular objetos virtuais com sobreposição ao ambiente real. Ela consegue esta proeza usando tecnologias de detecção e projeção holográfica de imagem de última geração e a manipulação de objetos é bem simples usando as próprias mãos. Esta tecnologia fornece a capacidade de se ter uma parte de cérebro no mundo real e o outro em um lugar imaginário, oferecendo uma experiência que pode mudar a maneira se comunica com o mundo.

Existem três tipos de Realidade Mista: a que apenas funde objetos digitais em camadas no mundo real, a que permite aos usuários interagir com objetos holográficos e a que incorpora o ambiente virtual conectado ao mundo real fazendo uma sobreposição. A RM exige a utilização de equipamentos como óculos especiais e controladores de movimento. Imagine aprender história visitando as ruínas da Grécia ou Geografia analisando rochas! Graças a essa realidade mista, é possível tocar e manipular objetos, gerando uma maior compreensão deles.

Os alunos também podem interagir com conjuntos de dados, fórmulas complexas e conceitos abstratos que podem ser mais difíceis de entender apenas por meio das instruções verbais do professor.

E para ficar por dentro das últimas novidades da Xalingo Brinquedos, inscreva-se em nosso canal no Youtube.

Fonte: https://computerworld.com.br/2020/05/29/como-as-realidades-virtual-aumentada-e-mista-podem-contribuir-com-o-ensino-durante-a-pandemia/

Se você gosta de realidade virtual e anatomia, leia essa postagem

Taiwan inova mais uma vez e lança a primeira aula de anatomia em realidade virtual.

Em uma parceira entre a empresa taiwanesa HTC (fabricante de smartphones e aparelhos de realidade virtual) e a Universidade de Medicina de Taipé, foi lançado o primeiro curso de anatomia em realidade virtual do mundo.

Em comunicado para a imprensa, o presidente de Pesquisa e Saúde da HTC, Edward Y. Chang, afirmou que “a realidade virtual mudará radicalmente a educação e ajudará professores, estudantes, médicos e pacientes”.

Utilização da realidade virtual

No curso serão utilizados programas desenvolvidos nessa parceria, e também capacetes de realidade virtual HTC Vive Pro VR, que permitem o estudo da anatomia, de modo independente ou em aulas presenciais com até 300 estudantes conectados simultaneamente.

A tecnologia da realidade virtual oferece um modo mais ativo e uma maior imersão e participação dos estudantes no estudo da anatomia, já que apresenta material em 3D e em tamanho real, indicou o chefe do Departamento de Anatomia e Biologia Celular da citada universidade, Chang Hung-ming.

No curso são oferecidas 4.000 estruturas corporais e funções tais como o pulsar do coração e o movimento das válvulas cardíacas, acrescentou Chang. A Universidade de Medicina de Taipé já estuda a aplicação da realidade virtual a outros cursos em cooperação com a HTC.

E para ficar por dentro das últimas novidades da Xalingo Brinquedos, inscreva-se em nosso canal no Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCEu_wTApB06msiH5SXQ-JRg

Fonte: https://noticias.uol.com.br/ciencia/ultimas-noticias/efe/2018/11/30/taiwan-lanca-primeira-aula-de-anatomia-de-realidade-virtual.htm