Conexão Xalingo – Blog

Tag - home office

A tecnologia tem sido uma forte aliada desta escola no período de quarentena

Escola está utilizando recursos tecnológicos para garantir que seus alunos recebam os conteúdos de aula com qualidade. Confira!

Entre as ferramentas utilizadas pelas Escolas Idaam estão vídeo-aulas que foram produzidas pelos próprios professores, aulas online, podcasts com conteúdos de disciplinas, a utilização da realidade aumentada e acesso a plataformas de soluções digitais.

Organização

Os alunos recebem um planejamento quinzenal de atividades e nesta programação estão a proposta de aula, o conteúdo (tanto o que está no material físico e em que momento precisarão dos recursos tecnológicos).

“Além dessas aulas ao vivo, em que o professor vai explicar e tirar dúvidas de forma online, eles também têm outros recursos como vídeo-aulas e podcasts, o que estamos preparando justamente para facilitar o estudo em casa. Outro recurso exclusivo do material Idaam é a realidade aumentada”, explicou a diretora pedagógica das Escolas Idaam, Célia Carrara.

“O aluno vai estudar sobre a célula, ele vai ao capítulo que fala sobre isso e, como celular, ele amplia de forma real e consegue ver o que contém em uma célula”, exemplificou.

De acordo com a diretora de Supervisão das Escolas Idaam, Luciana Barbosa, a utilização da realidade aumentada tem o objetivo de potencializar o aprendizado do aluno nas disciplinas em que a metodologia é aplicada.

Então, os estudantes desde a Educação Infantil até o oitavo ano do Ensino Fundamental tem a possibilidade de aprofundar o conhecimento nos conteúdos de disciplinas como matemática, ciências, geografia e língua portuguesa.

“A ideia é fazer com que os alunos tenham mais uma ferramenta para identificar aspectos do conteúdo e faça com que apreenda o conteúdo de forma significativa”, destacou a profissional.

Atividades específicas por faixa etária

Para a elaboração dos vídeos-aulas, os professores possuem a liberdade de gravar o conteúdo de casa. Além disso, os alunos podem estudar e assistir às aulas que acontecem ao vivo via internet também de maneira programada, conforme o que foi proposto no cronograma.

Outra facilidade é a produção de podcasts, ou seja, aulas em áudio para que os alunos consigam assimilar o conhecimento.

“Nós precisamos oferecer aos nossos alunos instrumentos que sejam compatíveis com a maturidade psíquica deles. Para a educação infantil e séries iniciais do Ensino Fundamental, priorizamos os podcasts e também os vídeos-aulas”, reforçou Luciana Barbosa.

E para ficar por dentro das últimas novidades da Xalingo Brinquedos, inscreva-se em nosso canal no Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCnboP10bPCLYgMJ8AzwRBGg?sub_confirmation=1

Fonte: www.acritica.com

Você já conhece o Edmodo? Ele pode te ajudar muito nesse momento

Ferramenta é uma espécie de rede social da educação e pode ser muito útil nesse momento de quarentena. Confira!

Para gerir grupos de alunos à distância, o professor e a escola precisam de um AVA, ou seja, um Ambiente Virtual de Aprendizagem. Entre eles está o Edmodo. Com ele os alunos podem:

– Participar de comunidades;

– Ter acesso a material didático, textos, links de vídeos e outros materiais oferecidos pelo professor;

– Compartilhar mensagens, participar de fóruns;

– Organizar uma agenda de trabalho;

– Elaborar textos e apresentações;

– Entregar tarefas e receber notas e medalhas.

Para configurá-lo para utilização, não é um bicho de sete cabeças. Confira o passo a passo:

1 – Acesse www.edmodo.com

2 – Desça a página e mude o idioma para o português

3 – Crie uma nova conta. Você deve escolher uma entre três opções:

– Sou um (a) professor

– Sou um (a) aluno

– Sou um (a) pai/mãe/responsável

4 – Faça o login

5 – Preencha seu perfil: adicione uma foto, informações pessoais, conecte-se a outros professores. O Edmodo também funciona como uma rede social de professores e meio de comunicação entre professor e pai/mãe/responsável.

6 – No menu superior, clique em “salas”. No ícone “+” você pode escolher a opção “criar sala” ou “juntar-se a uma classe”. Caso opte pela última opção, você deverá digitar um código que costuma ser compartilhado pelo professor dono de uma sala/classe.  Se optar pela opção “criar sala”, você será encaminhado para um formulário. Preencha as informações básicas como nome, descrição, ano, assunto e cor do ícone que representará sua sala dentre outras que criadas.

7 – Adicione os alunos via código ou e-mail.

8 – Pronto. Sua sala está pronta. No mural, você já pode iniciar uma discussão, compartilhar materiais, criar enquetes e até agendar suas postagens.

9 – Na biblioteca você pode integrá-la ao seu Google Drive ou OneDrive, permitindo o acesso rápido aos seus arquivos, ou então, pode fazer o upload diretamente do seu computador.

10 – Na página da sala, você já pode criar uma tarefa, um teste ou carregar um teste existente.

E para ficar por dentro das últimas novidades da Xalingo Brinquedos, inscreva-se em nosso canal no Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCnboP10bPCLYgMJ8AzwRBGg?sub_confirmation=1

Fonte: porvir.org

Esta professora está inovando para enfrentar a quarentena

Sara Sousa é professora de inglês de turmas de ensino fundamental 2 dá dicas de como continuar seu trabalho mesmo com a quarentena.

Sara já tinha tido outras experiências com tecnologia na educação, mas agora, com a quarentena, as inovações se tornaram parte do seu dia a dia. Uma das ferramentas que ela tem utilizado o é o ChatClass, uma plataforma de aprendizagem que roda inteligência artificial por meio do WhatsApp, algo que já é do universo dos alunos.

Eles interagem diretamente com o robô. O papel da professora é apenas ir direcionando as atividades de acordo com o assunto que estão estudando. Por exemplo: se estão trabalhando “Simple Present”, eles devem entrar nas atividades sobre esse assunto e praticar gramática, escuta e conversação. O mais interessante é que ele tem a correção automática e permite que professores criem suas próprias atividades. Sara fez isso quando precisou migrar da aula presencial para online. Criou um banco de perguntas para fazer a ponte e relembrar o último assunto que tínhamos tratado.

Além disso, no caso da escola de onde dá aula, as redes sociais foram utilizadas passar o conteúdo quando as aulas foram suspensas. “Resolvi criar um canal no YouTube para direcionar as atividades e facilitar o acesso, já que é muito difícil marcar um horário e reunir todo mundo online. Estou gravando um vídeo por semana e disponibilizo para que eles acessem a qualquer hora. O último que gravei usei personagens do Roblox, um jogo que eles gostam muito, para ensinar sobre ‘The Genitive Case’”, explica.

Essa foi uma forma que a professora encontrou para aumentar a proximidade em um momento que tão distantes. “Se eles percebem que eu estou presente e pronta para orientar, existe uma chance maior de lembrarem de suas responsabilidades com os estudos. Como alguns alunos são mais auditivos ou visuais, os vídeos também são úteis para tentar dar conta dessas demandas”, completa.

E para ficar por dentro das últimas novidades da Xalingo Brinquedos, inscreva-se em nosso canal no Youtube.

Fonte:
https://porvir.org/professora-de-ingles-enfrenta-quarentena-com-app-canal-de-youtube-e-pagina-no-facebook