Conexão Xalingo – Blog

Tag - geração mobile

Os GIFs e os emojis podem ser fortes aliados na educação

A professora Raphaela dos Santos Gonçalves está utilizando a estratégia de ensinar os conceitos de Ciências através de GIFs e emojis e a ideia conquistou o interesse de uma turma de oitavo ano do ensino fundamental.

Na última postagem aqui no Conexão (https://conexao.xalingo.com.br/2019/05/20/professor-da-dicas-de-como-atrair-a-atencao-dos-alunos/) o professor Gustavo mostrou que a geração mobile (millenial) está vivendo três grandes disrupções e, uma delas, é a comunicação através de imagens (GIFs e emojis).

Também compreendendo isso, a professora Raphaela dos Santos Gonçalves utiliza essa alternativa em suas aulas, para traduzir conceitos mais complexos encontrados na disciplina de Ciências, que leciona no Colégio Jean Piaget, em Santos/SP.

post02-interna

Inspirada pelo ditado “uma imagem fala mais do que mil palavras”, ela percebeu que poderia utilizar um item extremamente simples, divertido e principalmente conectado com a linguagem de seus alunos: os GIFs.

Iniciou criando apresentações de slides com os tópicos básicos do conteúdo. Em seguida, separava os conceitos mais complexos e adicionava uma imagem animada que ilustrasse de alguma forma aquele mecanismo. Por exemplo: para tratar da filtragem do ar, adicionou um GIF que demonstrava, em poucos segundos, a passagem e purificação do ar nas narinas.

Mesmo em conceitos onde não havia a necessidade de ilustração, algum tipo de animação pertinente ou engraçada era utilizada. E, ao contrário do que pensou, isso não trouxe dispersão para a aula. Pelo contrário: a atenção de todos os alunos se voltou para o aprendizado.

post02-interna02

Segundo Raphaela, cada aula é uma aventura diferente. Criam slides temáticos das séries favoritas, adicionam sons que se integram ao ambiente tratado e criam seus próprios GIFs com figuras geométricas, stop-motion (animação quadro-a-quadro).

Os emojis também ganharam seu espaço e, essa estratégia, é hoje, um dos pilares de sua aula teórica e trouxe não só um notável aumento de notas nas provas, mas também engajamento, que transformou a relação professor-aluno.

Créditos das imagens: Raphaela dos Santos Gonçalves

E para ficar por dentro das últimas novidades da Xalingo Brinquedos, inscreva-se em nosso canal no Youtube:  https://www.youtube.com/channel/UCEu_wTApB06msiH5SXQ-JRg

Fonte: http://porvir.org/com-gifs-e-emojis-professora-traduz-conceitos-de-ciencias/

Professor dá dicas de como atrair a atenção dos alunos

Em palestra na Bett Educar 2019, professor Gustavo Reis afirma que segredo para atrair atenção dos estudantes na era digital é conhecê-los melhor.

Gustavo ministrou a palestra “O novo professor: design, sentido e relacionamento” no primeiro dia da Bett Educar 2019, feira de educação e tecnologia. Professor de matemática, ele estrutura sua metodologia de ensino em uma parceria com seus alunos. Ele alerta: “Se você acha que os jovens não prestam atenção em nada, está completamente errado. Eles prestam muita atenção em seus dispositivos”.

Conforme o professor, a geração mobile está vivendo três grandes disrupções: se comunica muito mais por imagens (principalmente por emojis e GIFs), constrói relacionamentos presenciais e à distância e é composta por grupos bastante diferentes entre si.

Diante desse cenário, Gustavo dá uma grande dica para outros professores: “pasteurizar a educação”, criando uma fórmula padrão de ensino para todos os jovens, é uma grande armadilha para o aprendizado na era digital. Ele ainda dá um exemplo: “Hoje, colocamos pessoas totalmente diferentes em uma mesma aula de trigonometria. Isso estimula a impaciência, o desinteresse e a indiferença do aluno. Muitos costumam dizer que a atual geração é a do mimimi, mas as pessoas não mudaram tanto assim. Estamos na revolução do saco cheio. Os alunos não aguentam mais o formato ultrapassado de ensino e nós [professores] também não aguentamos mais trabalhar desta forma”, afirma ele.

Dicas do Gustavo

Para acabar com o ostracismo em sala de aula, Reis sugere que o professor conheça cada aluno melhor para aproximá-lo da disciplina. “Se a gente mostrar ao estudante que a física está intrínseca na fotografia, ele provavelmente terá mais interesse em aprender para utilizar o conteúdo no dia a dia”, exemplifica o professor.

O palestrante admite não ser fácil construir um relacionamento próximo com todos os alunos, principalmente quando a sala é grande. Ele destaca, no entanto, que o retorno é bastante prazeroso. “Quando nos aproximamos dos jovens, algo mágico acontece: recebemos uma enorme gratidão. Os estudantes aprendem muito conosco”, conclui ele, que leciona há quase 30 anos.

E para ficar por dentro das últimas novidades da Xalingo Brinquedos, inscreva-se em nosso canal no Youtube:  https://www.youtube.com/channel/UCEu_wTApB06msiH5SXQ-JRg

Fonte: https://epocanegocios.globo.com/Tecnologia/noticia/2019/05/nao-precisamos-de-eletronicos-para-inovar-em-sala-de-aula-diz-professor-gustavo-reis.html