Conexão Xalingo – Blog

Tag - educação em 2020

Veja quais foram os 5 principais desafios para os professores em 2020

2020 foi um ano que nunca esqueceremos, pois fomos postos à prova de muitas coisas em relação à educação. Muitos dos desafios vistos pelos professores, durante esse ano de pandemia, estão na opinião de docentes abaixo. Confira!

1) As aulas remotas

As aulas remotas se tornaram a alternativa para que a educação continuasse acontecendo, em tempos de pandemia. Mas não foi nada fácil. A professora Carla Borges, que atua com turmas do 1º ano do ensino fundamental, em São Joaquim de Bicas e Sarzedo/MG destaca o quanto foi difícil a adaptação: “Este ano de 2020 nos desafiou a conciliar as demandas escolares com as tarefas pessoais. Não havia mais hora para trabalhar e cada dia mais a escola adentrou nossa casa”.

2) A tecnologia

A tecnologia já estava ganhando cada vez mais espaço na educação há cada ano e, com a pandemia, ela se mostrou uma grande necessidade. Se alguns professores ainda não tinha vivenciam com as inovações tecnológicas, rapidamente tiveram de se adaptar para entender os recursos e criar atividades. “Vasculhamos e interagimos com inúmeros aplicativos com o objetivo de incrementar nossas aulas, sofremos muito na produção dos conteúdos e vídeos produzidos”, reflete o professor de geografia Paulo Magalhães, da rede municipal de São Paulo/SP. Tudo isso ainda foi acompanhado do desafio de infraestrutura e conectividade disponível para os estudantes e professores.

3) As estratégias pedagógicas

Para a professora de ensino médio, Socorro Braga, de Bragança/PA, “um dos desafios foi ressignificar as práticas pedagógicas, pensar nesse período de transição”. Todas as mudanças necessárias com a pandemia mostraram a importância de se investir em novas metodologias de ensino para engajar os alunos.

4) A preservação dos vínculos socioafetivos à distância

Do outro lado da tela, além de pensar nos conteúdos, os educadores ainda enfrentam o desafio de manter o vínculo com os estudantes. Esse foi um dos maiores desafios para Cristina Van Opstal, professora em turmas de ensino fundamental e graduação na cidade de Santos (SP). “Se considerarmos que aprendemos muito melhor quando alguém ou algo nos toca, nos afeta e nos é significativo, a questão do vínculo assume um valor inestimável!”, ressalta.

5) O cansaço

As aulas online, as medidas de distanciamento social e contexto da pandemia também trouxeram muito cansaço, para os professores, estudantes e famílias. “Foi intenso, inseguro. Estar todos os dias frente a tela é cansativo e exaustivo. Por vezes, a impressão era que não íamos conseguir”, analisa a professora Viviane Cristina de Moraes Ferreira, que trabalha com alfabetização nos anos iniciais do ensino fundamental, em Valinhos (SP).

E para você, professor(a)? Concorda que esses foram os principais desafios? Ou você teve outros muito mais difíceis de lidar? Comente abaixo!

– – – –

E para ficar por dentro das últimas novidades da Xalingo Brinquedos, inscreva-se em nosso canal no Youtube.

– – – –

Créditos da imagem: Freepik
Fonte: Porvir

3 tendências educacionais para 2020

2019 está acabando e é sempre bom saber o que é tendência para o novo ano que vem por aí. Confira 3 tendências educacionais para 2020!

1) Ensino híbrido

Também conhecido como Blended Learning, essa modalidade de ensino combina o ensino online com o presencial.

Mas não basta subir materiais em uma plataforma e gravar videoaulas. Para que o ensino híbrido engaje os alunos, é preciso adaptar planos de estudo e permitir que cada um siga seu próprio ritmo.

Em geral, eles reúnem atividades práticas em sala de aula ou em campo, materiais em formato EaD e tempo de estudo individual e estruturado. O grande truque é integrar o online e o offline de maneira quase imperceptível, criando espaços realmente interativos e que incorporem o desenvolvimento de competências.

2) Ensino de programação

Mais cedo ou mais tarde, todas as carreiras serão impactadas pela programação. Aprender a codificar é o novo “aprender inglês.”

Na China, ela já faz parte do currículo escolar. Os EUA, ainda que sejam referência de desenvolvimento de tecnologia, têm menos de 5% dos alunos em contato com a programação. Todavia, várias cidades já têm planos de implementar a disciplina em suas escolas.

No Brasil, é ínfimo o número de instituições com planos concretos de incluí-la, principalmente no Ensino Superior. Isso indica vantagem competitiva para aquelas que começarem agora.

3) Inteligência Artificial

Se você pensou na Siri ou na Alexa, não é a esse tipo de Inteligência Artificial que estamos nos referindo. A IA como parte das tendências educacionais está relacionada à identificação de padrões que permitam gerenciar objetivos pedagógicos e acompanhar a evolução dos alunos.

Implementar uma ferramenta estatística com base em algoritmos é menos complexo do que parece. O verdadeiro desafio está em treinar educadores para que utilizem as análises geradas em benefício de jornadas customizadas e maior aproveitamento em aula.

E para ficar por dentro das últimas novidades da Xalingo Brinquedos, inscreva-se em nosso canal no Youtube.

Fonte: https://gestores.queroeducacao.com.br/6-tendencias-educacionais-para-2020/