Conexão Xalingo – Blog

A metodologia STEAM em sala de aula

Criada nos Estados Unidos, a metodologia STEAM é uma abordagem pedagógica que intensifica o das Ciências, Tecnologia, Engenharia, Artes e Matemática de maneira prática e criativa na sala de aula, auxiliando no desenvolvimento de competências socioemocionais e na melhora do rendimento escolar.

Na prática, o STEAM se baseia em incentivar a “mão na massa”, criando opções para os alunos criarem produtos e experimentos relacionados aos temas abordados em sala, seja individualmente ou em grupos.

A proposta é fazer com que os alunos associem o que estão aprendendo com a realidade, se envolvendo muito mais no aprendizado, o que reforça a compreensão e memorização do conteúdo.

A proposta é que haja uma interdisciplinaridade entre as diferentes matérias, possibilitando uma aprendizagem criativa em todas as disciplinas.

Embora à primeira vista pareça que a metodologia STEAM requer altos investimentos e uso tecnológico, não necessariamente precisa-se de muitos recursos.

Um exemplo de atividades práticas que envolvem conceitos de matemática, ciências, arte e engenharia é a utilização de isopor e gel para simular placas tectônicas e compreender como elas se movem e quais seus efeitos.

Este tipo de abordagem resulta em uma maior interesse e engajamento dos alunos no aprendizado, assimilando e memorizando melhor o conteúdo, assim como quando o assunto abordado se relaciona com a realidade e os conhecimentos prévios dos alunos.

Fonte: https://www.euensino.com.br/post/por-qu%C3%AA-utilizar-steam-em-sala

—-

E para ficar por dentro das últimas novidades da Xalingo Brinquedos, nos siga no Instagram e curta a nossa página no Facebook.

—-

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *