Conexão Xalingo – Blog

Este estudante de 17 anos criou uma startup para facilitar aprendizagem

Ao lado de outros oito colegas, o jovem empreendedor criou um formato de ensino e aprendizagem baseado em jogos digitais.

A produtora de jogos Cordel foi desenvolvida por Vinnicius Rodrigo e seus colegas em disciplina do ensino médio e técnico da Escola Técnica Estadual Cícero Dias, no bairro de Boa Viagem, na Zona Sul de Recife. “A gente nasceu dentro da escola. Eu estava ainda no segundo ano do ensino médio quando tudo isso aconteceu. A gente nem esperava que ia construir esse feito. Fomos ousados e começamos a construir jogos”, disse Vinnicius.

A escola se caracteriza por incentivar a criação de projetos a partir de disciplinas sobre empreendedorismo, tecnologia e inovação social.

A Cordel passou pela mentoria do Mind The Bizz Ressignifica, programa promovido pelo Porto Digital em parceria com a British Council, organização internacional do Reino Unido para relações culturais e oportunidades educacionais. Depois, o Porto Digital aprovou o negócio para seguir na incubação e virar um projeto de impacto social.

O primeiro projeto foi um jogo de celular que é baseado no livro “O Pequeno Príncipe em Cordel”, de Josué Limeira da Silva. A obra se caracteriza por retratar características dos nordestinos, trazendo um pouco da história baseada no Pequeno Príncipe.

Conforme Vinnicius, além de promover um ensino lúdico a estudantes, o grupo deseja levar a cultura pernambucana para outros espaços. “Um dos nossos propósitos é também de levar a cultura da gente, juntamente com aspectos de modernidade”, declarou.

– – – –

E para ficar por dentro das últimas novidades da Xalingo Brinquedos, inscreva-se em nosso canal no Youtube.

– – – –

Créditos da imagem: Freepik
Fonte: Globo

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *