Conexão Xalingo – Blog

Vivendo a Idade Média em plena Era Tecnológica

Temos trazido diversos exemplos, nas últimas postagens, de como a educação pode ser beneficiada pela tecnologia, por aplicativos e também pelos games que estão sendo desenvolvidos. As crianças sentem-se mais estimuladas a aprender através das ações interativas apresentadas e a percepção de muitos educadores é a melhora dos estudantes, em sala de aula. A possibilidade de aprender História através de um jogo, tem gerado repercussão positiva com os alunos da professora Gisela Aquino, que ensina a matéria na unidade Morumbi do Colégio Visconde, de Porto Seguro.

Ela confessa, em primeiro instante, que tablets e smartphones incomodam, principalmente em aulas teóricas, mas que é preciso se adaptar à realidade e tirar bons proveitos da situação. É o que ela está fazendo com os seus alunos do 7º ano, que, com idade entre 11 e 12 anos, estão utilizando o game Minecraft para construção e simulação de um feudo. O plano inicial era ensinar aos estudantes como viviam os europeus durante a Idade Média, mas os benefícios do uso do jogo foram muito além.

Segundo Gisela, os alunos dessa faixa etária adoram o jogo, e, além da base teórica de leitura e pesquisa, com Minecraft foi possível trabalhar também na prática, tornando a aprendizagem mais eficaz. Alguns estudantes, que antes ocupavam-se em desfazer os trabalhos dos colegas, agora tem outras atitudes, aumentando a interação entre ele. Por exemplo, quando uma equipe termina o trabalho, ela começa a ajudar outras que estavam construindo estruturas mais complexas. Foi percebido, também, o surgimento de novas lideranças, no caso de crianças com muita habilidade no jogo, mas que em sala de aula normalmente não atuam como líderes.

O professor Francisco Tupy, que também utiliza o game em suas aulas, compartilha do discurso de Gisela a respeito das vantagens que ele tem, como ferramenta de aprendizado. Além de ser uma maneira prática de permitir que jovens estudantes realizem trabalhos criativos dentro da sala de aula, “Minecraft” também tem aplicações de aprendizado ainda mais específicas. Por conta da presença de um item que imita circuitos elétricos, o game também já é usado para transmitir noções básicas de programação, por exemplo.

 

 

Fonte:  Uol Jogos

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *