Conexão Xalingo – Blog

Crianças programadoras

O Google, mais uma vez, quer surpreender. E agora até às crianças, ensinando programação através de blocos de montar, que podem assumir diferentes combinações em ordem para criar brincadeiras variadas. O novo projeto, intitulado Projekt Bloks, é uma plataforma em código aberto e lançada em parceria com a Universidade de Stanford, dos Estados Unidos.

O Bloks é um projeto de pesquisa iniciado há três anos pelo Google, e busca ser uma iniciativa de insipiração para desenvolvedores, designers e educadores criarem novas formas de explicar a programação para as crianças. Segundo João Wilbert, que trabalha no projeto dentro do laboratório Google Creative Labs, é muito difícil ensinar programação para crianças usando instrumentos criados para adultos, como telas e mouses. A ideia é que sejam o primeiro passo da programação, antes mesmo do Scratch, código que ensina comandos básicos com a ajuda de um gatinho.

Para João, aprender programação vai além do conhecimento técnico, e se equipara à importância de aprender a ler e escrever, pois a criança é ensinada a resolver problemas e desenvolver soluções diferentes. E para se tornar efetivo, o Bloks divide seu conceito em três peças básicas: pucks (“botões”, em tradução literal), base boards (“placas-base”) e brain boards (“placas cerebrais”).

Os pucks são botões de comando, que podem ser peças como um interruptor, um botão de volume ou uma seta indicando uma direção. Cada “puck” pode ser conectado a uma “base board”, peça que é capaz de ler e interpretar as informações dadas pelo botão – o sistema deve ser predefinido pelo usuário antes de começar a ser utilizado. (No caso da utilização em escolas, por exemplo, os professores podem predefinir o que cada peça faz e dar um conjunto de peças aos alunos para que eles resolvam um problema específico.) Por fim, os brain boards são o “cérebro” do conjunto: fornecendo energia e conectividade para o resto do conjunto, eles possuem uma unidade de processamento principal.

No vídeo de introdução do projeto, é possível ver como as peças se encaixam para dar comandos a um robô com um lápis ou criar um sistema que liga uma lâmpada quando a temperatura cai.

 

 

 

Fonte: D24am

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *