Conexão Xalingo – Blog

Professor cria jogo para ajudar alunos com necessidades especiais

Um professor de Santa Maria, no Rio Grande do Sul, criou um jogo para ajudar alunos com necessidades especiais. André Luiz Brandão teve sua iniciativa inovadora em um prêmio na Alemanha chamado Falling Walls Lab. O Jecripe, iniciativa do professor universitário, envolve a criação de jogos para pessoas com necessidades especiais e já rendeu dois frutos: o Jecripe 1 e Jecripe 2, direcionados para crianças com Síndrome de Down, com idade entre três e sete anos.

O objetivo do jogo é estimular habilidades cognitivas como imitação, percepção, motricidade fina. A ideia começou a ser elaborada em 2009, quando Brandão desenvolveu um modelo matemático relacionado a sensores de movimentos – os mesmos que são utilizados em videogames como o Kinect, do Xbox 360 e Xbox One.

A partir desta tecnologia, foi lançado em 2010 o Jecripe 1, com versões para Windows e Mac e em cinco idiomas. O trabalho de Brandão, que deu origem ao produto, ganhou o prêmio de melhor tese no Simpósio Brasileiro de Jogos – e o próprio game também foi agraciado em premiações em São Paulo e no Rio de Janeiro.

Com o sucesso desse projeto, ele partiu para a criação do Jecripe 2, lançado em 2015 e que ganhou uma versão para Linux. “Muitas instituições que atendem crianças com necessidades especiais utilizam software livre e, por isso, acrescentamos mais essa tecnologia”, diz. O game é gratuito – o download pode ser feito no site www.jecripe.com.br.

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *