Conexão Xalingo – Blog

Um jardim de infância totalmente diferente no Japão

Um jardim de infância projetado em 2007, no Japão, pelo arquiteto Takaharu Tezuka, é um belo exemplo de como a construção de uma escola pode afetar positivamente o desenvolvimento das crianças que estudam nela. O arquiteto percebeu que as crianças adoravam se mover em círculos e então teve a ideia de fazer do telhado da escola um local de circulação infinita.

Além do espaço livre no teto da instituição, outras ideias foram adicionadas ao projeto. As salas de aula, por exemplo, não possuem paredes, todos os ambientes contam com uma claraboia, três grandes árvores interagem com a construção e o uso de redes e de grades (onde as crianças conseguem colocar suas perninhas para fora, mas não a cabeça), aumentam a diversão dos alunos.

Segundo o arquiteto, as crianças da escola infantil Fuji Kindergarten percorrem, em média, 4 mil metros por dia e têm maiores habilidades atléticas se comparadas às de outros jardins de infância. “Penso que a arquitetura é capaz de mudar o mundo e a vida das pessoas. E esta é uma das tentativas de mudar a vida das crianças”, conclui Tezuka. Conheça mais sobre essa escola clicando aqui.

Leia mais sobre Escolas inovadoras nos posts que fizemos sobre o assunto clicando aqui e aqui!

 

1 comentárioDeixe um comentário

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *