Conexão Xalingo – Blog

Sua sala de aula é produtiva?

Como saber se a sua sala de aula é produtiva? O que é preciso acontecer com você, seus alunos e também com o ensino produzido em sala de aula para que esse momento seja produtivo para todos os envolvidos?

Os educadores precisam pensar as salas de aula como templos de efervescência intelectual, um lugar onde a criatividade e a inovação precisam estar sempre presentes. Dessa forma, os alunos estarão mais preparados para enfrentarem todos os desafios do futuro.

Ensinar e aprender não podem ser eventos isolados – é preciso interação entre educador e educando, desenvolvimento de competências em conjunto e construção de conhecimento do mundo aliada ao autoconhecimento – que envolve curiosidade, autenticidade e afeto.

Foi pensando nisso que o educador Terry Heick decidiu listar as características de uma sala de aula produtiva. Veja abaixo e saiba se você está no caminho certo. Caso contrário, nunca é tarde para mudar, não é mesmo?

Alunos são questionadores

Em uma sala de aula produtiva os alunos fazem perguntas, são inquietos e curiosos. Um estudante curioso pode tornar o ensino muito mais interessante e inspirador. Os professores devem despertar em seus alunos a criatividade, pedir a participação deles nos conteúdos propostos, e porque não, até mesmo deixar que eles mesmos tragam ideias de casa para a sala de aula.

Quando as perguntas são tão valiosas quanto as respostas

Lembre-se que quando questionamos o mundo a nossa volta descobrimos mais sobre ele e nos conectamos com várias realidades. As perguntas guiam o aprendizado, elas fazem o conteúdo fluir com mais facilidade. Valorize isso na sua sala de aula, estimule isso nos seus alunos, instigue a curiosidade deles e o interesse pelas aulas irá aumentar, com certeza!

Ideias surgem de fontes divergentes

Faça com que as ideias venham de vários lugares diferentes. Isso fará com que a aula seja mais rica e atraente para os seus alunos, e também para o educador. Siga várias direções, ouse, faa seus alunos verem o mundo de um outro ângulo, de uma nova perspectiva. Deixe-os buscar fontes em suas próprias comunidades e círculos de convívio, mas também fora de suas zonas de conforto. Que tal trazer para sala de aula um convidado com ideias inovadoras? É interessante um debate onde duas fontes discordam, pois é esse tipo de divergência que encaramos no mundo real.

Variedade nos modelos de ensino utilizados

As possibilidades de inovar passando o conteúdo são infinitas: projetos de audiovisual, aprendizado via conteúdo digital, desafios com jogos, intercâmbio de conhecimentos com outras salas. Aqui é usar a criatividade e tentar inovar sempre. É uma característica de uma sala de aula produtiva a diversidade, o que exige do professor a capacidade de se autodescobrir e reinventar-se, aprendendo sempre.

O conhecimento vai além da sala de aula

Se os alunos irão deixar as salas de aula em algum momento, o conhecimento precisa ultrapassar igualmente aquele ambiente físico.A química, por exemplo, está em todas as coisas que eles consomem, o que pode ser um gancho na hora de ensinar.

Ensino personalizado

Não é preciso ter muita sensibilidade para entender que cada aluno é diferente, de forma que toda sala de aula também será. Isso exige que o professor saiba adaptar suas aulas para a realidade daquela escola, daquela classe, daqueles alunos. Ainda que aprendam o mesmo conteúdo, os perfis são diferentes – e assim devem ser as aulas.

Avaliações autênticas e transparentes

Se a avaliação for punitiva isso terá reflexo na forma em que o aluno irá aprender. Busque formas alternativas de avaliar os seus alunos, não apenas com testes e provas. O ensino é mais do que apenas um número. Isso pode fazer a diferença na vida deles. Pense nisso!

Fonte: www.escribo.com.br

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *